segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Semana de Leitura em Porto União



A semana da leitura foi marcada por diversas atividades no Sistema Municipal de Ensino de Porto União.
Além do concurso de leitura promovido anualmente pela Secretaria de Educação, todos os Núcleos de Educacão Infantil, Ensino Fundamental e EJA trabalharam a temática.
 O Nucleo Educacional João Fernando Sobral promoveu uma Feira do Livro com atividades diversas e os demais Núcleos realizaram seus projetos de acordo com a realidade de cada um ( confira no blog das escolas).
Nas escolas da área rural de Porto União o projeto contou com a parceria dos alunos do 4º ano do magistério da Escola de Educação Básica Professor Balduíno Cardoso, sob a coordenação da professora Márcia, responsável pela disciplina de estágio supervisionado do curso.
As escolas municipais contempladas pelo projeto de contação de histórias foram o Núcleo Educacional São Pedro do Timbó, Núcleo Educacional Jangada do Sul, Núcleo Educacional da Lança e o Núcleo Educacional do Legru.
A semana da Leitura proporcionou aos alunos do meio rural a oportunidade de conhecerem formas diversificadas de ler, da importância de ler, do momento mágico da leitura que foi transformado em teatro, em diversão, em algo necessário, espontâneo, com o intuito de apresentar a leitura enquanto fruição.
A realização de um trabalho como esse, desenvolvido pelos alunos do 4º ano do Magistério e pela professora Márcia, é de extrema importância e merece ser divulgado para que mais pessoas conheçam a magnitude e a abrangência desta ação na formação de novos leitores.
O Programa de Incentivo à Leitura – “Ler é Legal” somente pode agradecer aos alunos do Magistério, a professora Márcia e a diretoria da escola por nos contemplarem com esse trabalho maravilhoso, bem como a todos que participaram desse trabalho em todos os locais.
Em breve divulgaremos as atividades dos vencedores do concurso de leitura.




quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Os avanços na Educação Infantil Municipal



A educação pública de qualidade é um direito assegurado na Constituição Federal de 1988, e esta oferta na educação infantil está enfatizada no inciso IV do artigo 4º da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional 9394/96, sendo uma das metas do Plano Nacional de Educação – PNE (Lei nº 10.172, de 9 de janeiro de 2001) e do Plano de Desenvolvimento da Educação – PDE. .

“A educação infantil, primeira etapa da educação básica, é um lugar de cuidado, de educação e de brincar, lugar de gente feliz”. Assim, é definido o sistema de Educação Infantil de Porto União pela equipe responsável pelos Núcleos de Educação Infantil (NEI), Supervisora Geral de Educação Infantil, Célia Regina Plautz Buch, pela Coordenadora Geral dos Núcleos de Educação Infantil, Cecília Clarete Kopko Tidre e Pedagoga da Educação Infantil Adriana Mary Corrêa Stacechen.

A supervisora Célia, comenta que muito antes da LDB entra em vigor, o sistema da Educação Infantil de Porto União já era voltado para o objetivo de educar e cuidar. “A LDB para nós veio reforçar essa visão”. Ela esclarece que o ingresso da criança na Educação Infantil não é obrigatório até os três anos de idade. Em 2016 será obrigatório a partir dos quatro anos.

A educação infantil no município de Porto União vem sendo pensada nessa perspectiva desde 1973, sendo que inicialmente fazia parte da ação social e atualmente é reconhecida como a primeira etapa da educação básica, compondo o Sistema Municipal de Ensino por meio do atendimento em 11 Núcleos de Educação Infantil, atendendo aproximadamente 1050 alunos, com professores com graduação plena e muitos com especialização na área.

De acordo com o Censo do IBGE 2010, o município de Porto União possui uma população residente total de 33.493 pessoas, sendo que a faixa etária de 0 a 5 anos é de 2.847. Dessa faixa etária o município atende:










Faixa etária/0 a 5 anos
Pública
Privada
Total geral
2.847
1050= 36,8%
350= 12,2%
1400 = 49,17%


Os moradores da Área Industrial de Porto União na tarde do dia 27 de setembro participaram de uma cerimônia que contou com a presença de autoridades, educadores e convidados foi entregue oficialmente aos habitantes, o Núcleo de Educação Infantil (NEI) Sonho de Criança.

“Uma promessa cumprida, um sonho realizado”. Assim o Secretário de Educação Bento Trindade Junior definiu a concretização do NEI Sonho de Criança.

Para a Secretaria de Educação de Porto União, nas palavras de Bento, “a Educação Infantil é prioridade, não somente na expansão de espaços físicos bem estruturados, mas sim nas ações voltadas para o reconhecimento dos Núcleos como estabelecimentos de educação que faça a diferença na vida das crianças. Todos nós sabemos que o caráter é formado na Educação Infantil. Nós estabelecemos que nossos professores tratem com muito carinho, com muito amor essas crianças”.

A construção durou seis meses. A obra foi erguida pela Construtora João Lorensini e Filho Ltda com recursos próprios da Secretaria de Educação. O custo estimado foi de R$ 424 mil reais. São 557,62 metros quadrados de área construída distribuída entre cozinha, lavanderia, sala dos professores, sala da diretoria e quatro salas de aula.

Na ocasião foi realizada a premiação para a aluna Julia Jaqueline Tonello. A pequena – aluna do Núcleo de Educação Infantil Criança Feliz - foi a vencedora do concurso para a escolha do NEI da Área Industrial. A justificativa de Julia para a escolha do nome conquistou a Comissão Julgadora: “Por é muito, muito bom ser criança”.

O próximo passo será a compra de equipamentos mobiliários e utensílios, o qual será feito em 2013.

Obra similar está sendo construída com recursos próprios no bairro São Francisco e no bairro Santa Rosa, o município foi contemplado com uma creche por meio do Programa PROINFÂNCIA/FNDE/MEC, a qual deu início nas obras em setembro e irá atender os alunos no Núcleo de Educação Infantil Criança Feliz, o qual tem funcionado até o momento compartilhado com o Posto de Saúde do bairro Santa Rosa e receberá um local adequado sendo o valor dessa construção de aprox. R$ 700.000,00.

Confira o modelo de creche padrão sugerido, o qual será construído para nossas crianças da região do bairro Santa Rosa.


CRECHE PADRÃO/FNDE


Todas essas ações têm por objetivo a garantia de uma educação pública de qualidade em todas as etapas de ensino, sendo que uma escola de qualidade é aquela capaz de respeitar o tempo da infância, dispondo de recursos físicos e humanos que desenvolvam a criança nas dimensões expressivo-motora, afetiva, cognitiva, lingüística, ética, estética e sociocultural.

domingo, 14 de outubro de 2012

Parabéns a todos os(as) educadores(as)!!!!!

Ensinar exige rigorosidade metódica
Ensinar exige pesquisa
Ensinar exige respeito aos saberes
Ensinar exige criatividade
Ensinar exige estética e ética
Ensinar exige a corporeificação das palavras pelo exemplo
Ensinar exige risco, aceitação do novo e rejeição a qualquer forma de discriminação
Ensinar exige reflexão crítica sobre a prática
Ensinar exige o reconhecimento e a assunção da identidade cultural
Ensinar exige consciência do inacabamento
Ensinar exige o reconhecimento de ser condicionado
Ensinar exige respeito à autonomia do ser educando
Ensinar exige bom senso
Ensinar exige humildade, tolerância e luta em defesa dos direitos dos educadores
Ensinar exige apreensão da realidade
Ensinar exige alegria e esperança
Ensinar exige a convicção de que a mudança é possível
Ensinar exige curiosidade
Ensinar exige segurança, competência profissional e generosidade
Ensinar exige comprometimento
Ensinar exige compreender que a educação é uma forma de intervenção no mundo
Ensinar exige liberdade e autoridade
Ensinar exige tomada consciente de decisões
Ensinar exige saber escutar
Ensinar exige reconhecer que a educação é ideológica
Ensinar exige disponibilidade para o diálogo
Ensinar exige querer bem aos educandos


FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: Saberes necessários à prática educativa -São Paulo: Paz e Terra, 1998 – 7ª. edição



quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Programa de Formação Continuada.



A formação continuada dos profissionais da educação está em foco em todas as discussões, eventos e periódicos referentes à melhoria da qualidade da educação. A equipe gestora é responsabilizada pelo planejamento da formação dos docentes, portanto é necessário que a equipe seja capacitada e atualizada permanentemente.
Essa formação está prevista no inciso 5 do artigo 67  da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDB nº 9394/96 de 23 de dezembro de 1996.
            A proposta do Programa de Formação Continuada para a Equipe Gestora do Sistema Municipal de Ensino se deve também à necessidade de se efetivar ações do PAR (Plano de Ações Articuladas) 2011-2014 visando à qualificação da atuação docente e na busca da realização da diretriz XII do Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação que é: “instituir programa próprio ou em regime de colaboração para formação inicial e continuada de profissionais da educação”.
            O Programa de formação continuada tem por objetivo possibilitar uma reflexão sobre a prática pedagógica da Equipe Gestora buscando a interação entre a equipe e o aprofundamento teórico, promovendo subsídios para o trabalho pedagógico nas Unidades Educacionais.
            Em 2012, teve início com Grupos de Estudos mensais entre a equipe da Secretaria e a Equipe Gestora das escolas e semanais somente com a equipe da Secretaria, visando com esses estudos realizar a reestruturação dos Projetos Políticos Pedagógicos de todas as escolas em 2013.
            Essa ação está articulada com outros momentos de formação que estão ocorrendo e/ou irão ocorrer como cursos pelo PROINFO, Salto para o Futuro, Formação Pela Escola/FNDE, PROLETRAMENTO e Pacto Nacional Alfabetização na Idade Certa/PNAIC.
             O PNAIC em questão foi assinado recentemente entre o município e o MEC, via PAR, visando a alfabetização em Língua Portuguesa e Matemática, até o 3º ano do Ensino Fundamental, de todas as crianças das escolas brasileiras. A Secretaria de Educação designou a pedagoga Ana Paula Karpinski Casanova como coordenadora municipal do Programa e para a escolha do professor orientador ou tutor, está ocorrendo um processo seletivo que iniciou dia 02/10 e encerra no dia 10/10, de acordo com o Oficio enviado às escolas. O prazo para inscrição encerra dia 05/10 com a entrega da FICHA DE INSCRIÇÃO na Secretaria.
Cientes de que a valorização dos profissionais, de qualquer área das atividades humanas, passa por questões salariais, por questões físicas de espaço, materiais e equipamentos adequados e principalmente por questões de formação e redes de parcerias, essa ação da Secretaria terá muitos reflexos na educação que serão percebidos a médio-longo prazo e que a semente para essa mudança está sendo plantada com muito entusiasmo por todos que buscam efetivar uma educação municipal de qualidade.
Confira o PROGRAMA na íntegra!


     PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA