sexta-feira, 30 de maio de 2014

Encontro de Formação do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa

== ==Durante o mês de maio, a Coordenadora e a Orientadora de Estudos do PNAIC, Ana Paula K. Casanova e Eliane K. Stringhini, respectivamente, realizaram com as professoras alfabetizadoras o 3º encontro de formação. O encontro aconteceu em vários momentos, totalizando 12 horas de estudos. Durante o encontro as professoras apresentaram Sequências Didáticas com foco na Alfabetização Matemática, partindo de sugestões de atividades e jogos trabalhados nos encontros anteriores. Os estudos durante os encontros foram com foco em Gêneros Textuais (Língua Portuguesa) e Ensino de Números (Matemática).

quarta-feira, 21 de maio de 2014

PDDE-INTERATIVO 2014

==== As escolas do município de Porto União estão trabalhando em sintonia com as Diretrizes Nacionais e estreitando cada vez mais as parcerias, projetos e convênios com o MEC/FNDE. No dia 20 de maio, como parte da formação continuada as escolas realizaram uma análise de sua realidade, com um diagnóstico preciso, e reflexões sobre a aprendizagem, gestão da escola e necessidades de formação continuada para seus profissionais, por meio do PDDE-Interativo. O PDDE-Interativo de 2014 é um instrumento de gestão da escola, que possibilita a adesão a diversos programas do governo federal como: Atleta na Escola, Mais Educação, PRONACAMPO e outros, e oportuniza a todos pensar em ações para sanar as fragilidades encontradas, na perspectiva de que esses indicativos possam orientar as políticas educacionais. Esse processo iniciou no dia 18 de março, momento em que a equipe da SME realizou reunião com as diretoras e apresentou o PDDE a todas, enfatizando a importância do gestor na condução desse trabalho. No dia 26 de março, a coordenadora do Comitê Local do município e a coordenadora do Programa Mais Educação, realizaram uma reunião específica sobre o novo PDDE-Interativo, com orientações do acesso, liberação de senha, esclarecimento de dúvidas e orientações sobre planejamento, execução e prestação de contas dos recursos do FNDE, por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola/PDDE. Destacando que todas as ações da escola, inclusive a gestão de finanças, devem estar voltadas a aprendizagem dos educandos. No dia 16 de maio, o consultor profº Dr. Aurélio Bona Júnior, realizou uma reunião para explicar que esse trabalho do PDDE estará articulado com os Projetos Políticos Pedagógicos/PPP, os quais foram aprovados recentemente pelo Conselho Municipal de Educação, e que as escolas devem utilizar esse momento de reflexão, enquanto estiverem preenchendo o PDDE, para repensar as escola e levantar subsídios para a atualização do PPPs, frente a esses novos desafios. Desde então, as diretoras ficaram incumbidas de eleger um Grupo de Trabalho/GT, com representatividade de professores, pais, comunidade e demais profissionais, para preenchimento dos dados iniciais (Dimensão 1 e 2) e dado continuidade a partir da Dimensão 3, com o foco na aprendizagem, as escolas dispensaram as aulas no dia 20 de maio, oportunizando uma reflexão coletiva, para garantir que o processo ocorra de forma participativa e democrática. A data para envio dos dados, pelo Comitê Municipal, ao MEC, encerra no dia 28 de maio e a maioria das escolas já se encontra com o processo concluído, sendo a função do GT, em conjunto com o gestor da escola, acompanhar, monitorar e garantir que as metas registradas no PDDE-Interativo sejam cumpridas e que por meio dessas, a educação alcance a qualidade social almejada.

CHAMADA PÚBLICA

CHAMADA PÚBLICA Professores com habilitação em ARTES procurar a Secretaria de Educação de Porto União até ás 17 horas do dia 22/05, falar com Arlete.

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Encontros de Formação do PNAIC estão acontecendo na SME de Porto União

----


           

Dando continuidade ao PNAIC – Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, os encontros aconteceram na Secretaria Municipal de Educação durante os meses de abril e maio, aprofundando a concepção que embasa a alfabetização na perspectiva do letramento, na qual a sala de aula de alfabetização deve ter como objetivos a reflexão dos alunos sobre os diferentes textos que circulam ao seu redor, seus usos e finalidades e a apropriação do sistema de escrita. Nessa perspectiva, a Alfabetização Matemática deve ser um instrumento para a leitura do mundo, a qual supera a simples decodificação dos números e a resolução das quatro operações, onde o aluno deve desenvolver seu espírito investigativo, crítico e criativo no contexto de situações problemas significativos. O vídeo http://www.youtube.com/watch?v=1ruwtSYgnNU da Univesp TV, retrata de maneira simples essa nova perspectiva da alfabetização matemática.